sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Ano Novo - Vida Nova



Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. 2 Coríntios 5:17



Ao longo da minha peregrinação neste mundo esse período de festas de fim de ano sempre teve um significado importante. Falo somente da festa da virada do ano. Por tradição, na casa de minha tia sempre tinha uma festa de comemoração onde as portas da casa eram abertas para receber todos os familiares.

De todos os anos vividos de minha tia pude ir a bem poucas festas em sua casa, pois morava um pouco distante com minha mãe e meus irmãos, e era criança, portanto não podia ajudar com os custos do passeio. Mas, mesmo nas circunstâncias onde eu não podia ir eu sabia que a festa estava acontecendo. E eu ficava triste por não poder compartilhar aquele momento. Nos últimos anos quase sempre pude estar presente, e esses dias serão inesquecíveis!

Chegou o ano, porém em que não teve a esperada festa na casa da tia. Minha querida não está mais entre nós, e nada me deixou mais confusa do que não ter mais um destino para rumar no último dia do ano. Nunca mais minha tia zelando para que ninguém usasse uma louça que não era para usar, um talher de sobremesa para outra coisa, nunca mais as cortinas novas, faxina esmerada, seus gatos esparramados pela casa, seu jeito meigo e bravo ao mesmo tempo.

Percebi que minha esperança acalentada ao longo dos meses do ano estava voltada para aquele momento. Era o meu refúgio, onde dava para esquecer o peso dos dias. A grande maioria das pessoas continua lá, mas a anfitriã está agora num lugar melhor. Por mais que sua partida não tenha sido justa segundo a justiça dos homens, e que aos nossos olhos pudesse ter sido adiada, pelos olhos misericordiosos do Senhor podemos esperar mais além.

Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.
Mas na realidade Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, sendo ele as primícias dos que dormem. 1 Coríntios 15: 19-20.

Por trás da revolta posso olhar para a nova morada que o Senhor Jesus disse que prepararia para nós na casa do Pai (Jo.14:2), e que ela já foi habitar. Descansar merecidamente ao lado da maravilhosa presença do Senhor. Lá deve ser tudo tão bonito e limpo como nem a melhor faxina da tia não poderia deixar. Lá ela pode encontrar aquele que foi seu amado e fiel esposo aqui na terra tio Antônio. Agora eles podem aproveitar juntos de todas as bênçãos espirituais direto nos lugares celestiais em Cristo.

Para mim e todos que aqui ficam realmente não podemos depositar a esperança em coisas temporais como uma festa de réveillon; o que é mais um ano para quem terá a eternidade ao lado do Senhor Jesus Cristo? Percebi também que não entendo a dimensão disso que digo, pois me economizaria muitas lágrimas. Sabendo onde estou e onde ela está, não ousaria desejar que ela não tivesse ido. Se pudesse apenas mudaria a forma com ela se foi. Mas quem sou eu?

Não atentando nós nas coisas que se veem, mas sim nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, enquanto as que se não veem são eternas. 1 Coríntios 4:18 


Um dia estarei lá com ela na companhia do Senhor! Ela preparava a festa e convidava a todos, formal ou informalmente, mas só ia quem quisesse. A festa estava marcada, eu entendia que não precisava ser repetido o convite, ou formalizar algo que estava aberto para todos da família. Sempre tinha aquele que achava uma razão para não comparecer. Mas a porta estava aberta e eu acreditava em quem me convidava!

O Senhor também nos contou a parábola de um rei que preparou as bodas de seu filho e os convidados não foram; então o rei ordenou aos seus servos que convidassem qualquer um que viesse pelo caminho. Mas ainda assim só foi quem quis e quem estava disposto a participar da comemoração das núpcias do filho do rei.

Se eu tivesse me recusado a ir à última festa na casa da minha tia, eu amargaria não ter aceitado o convite tendo agora a consciência de que era a última chance de comparecer. Portanto, não se recuse a crer naquele convite “Vinde a mim”, “Eu sou o caminho a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim”, não perca o gozo de entrar na morada do Senhor. Não sabemos até quando o convite será estendido. Hoje abra o seu coração e a sua casa para Ele, deixe-O entrar, em sua vida. Então quando Ele voltar para esse mundo nos levará para a Sua morada, ou se partirmos antes de sua volta, o encontraremos lá no céu.

Responderam eles: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa. Atos 16:31

Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo. Apocalipse 3:20